História da instituição

 

A Associação da Região do Douro para Apoio a Deficientes – ARDAD – é uma Instituição Particular sem fins lucrativos que tem como principal objectivo promover no indivíduo com deficiência, as competências necessárias para a plena integração no mercado de trabalho.

Fundada a 12 de Novembro de 1990, a ARDAD iniciou a sua actividade na área da formação profissional para pessoas com deficiência, em 1992, no âmbito do Fundo Social Europeu, medida 3, Subprograma Integrar, surgindo assim, como a única instituição a dar formação às necessidades apresentadas pela Região Demarcada do Douro, com especial incidência nos Concelhos do Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Mesão Frio, Lamego, S. João da Pesqueira, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Sabrosa, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa, Alijó e Vila Real.

Desta forma e, com a colaboração de outras entidades concelhias, criou-se um lugar, no coração da Cidade do Peso da Régua, Capital da Região Demarcada do Douro, que acolheu várias pessoas com deficiência de diferentes Distritos do país e Concelhos da região.

Proporcionou-se um espaço de oportunidades, onde todos compartilhavam do princípio de igualdade, princípio ainda presente no cumprimento da missão desta instituição - “Transmitir valores e competências que promovam a inserção activa das pessoas com deficiência na Sociedade”.

Em 1992, a ARDAD iniciou o seu trabalho com 32 Formandos, contando na actualidade com 80, facto que testemunha a necessidade premente de respostas para as pessoas com deficiência e a pertinência da actuação desta Instituição.

Rapidamente, a ARDAD cresceu e sentiu necessidade de aumentar o espaço formativo, tendo mudado as suas instalações para a Avenida Dr. Manuel da Arriaga, também na Cidade do Peso da Régua, onde ministrava formação nas áreas de Carpintaria, Artesanato, Costura e Lavores e Serviços Pessoais à Comunidade.

Em 2002, a ARDAD alargou a sua intervenção com a criação de uma nova área de formação – Produção Vegetal, possibilitando a colocação de Formandos em novas áreas do mercado de trabalho.

É também, nesta altura, reconhecida como Centro de Recursos Local para os Centros de Emprego de Lamego, Vila Real e Moncorvo, desenvolvendo actualmente o programa IAOQE – Informação, Avaliação, Orientação e Qualificação para o Emprego.

Em Setembro de 2003, a ARDAD passa a desenvolver a sua actividade nas instalações do antigo Seminário de Godim.

Em 2006, a ARDAD voltou a criar um novo curso de formação – Auxiliares de Cozinha, alargando ainda mais o leque de respostas a nível formativo.

Em 2009, no âmbito do programa Operacional Potencial Humano recebe aprovação da candidatura para a construção de um novo equipamento social, contando, num futuro próximo, com novas respostas para a população com deficiência – Centro de Atividades Ocupacional e Lar Residencial.

Numa linha de reabilitação, integração e promoção pessoal, social, cultural e profissional, a ARDAD pretende criar soluções alternativas para os problemas das pessoas com deficiência, sempre com o maior valor em mente – VALORIZAR A VIDA!